quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

FAÇA A SUA PARTE

Por Rodrigo Queiroz
Ditado por Mestre Lothertal Yê
“Estimular as virtudes é função de um líder!”
- Porque te abates?
- Momentos difíceis meu Pai...
- O que te aflige?
- A sensação da luta solitária.
- Luta solitária? Como assim?
- A falta de comprometimento da maioria na comunidade, cada qual estufa o peito pra declamar sua gratidão ou paixão por tudo isso e no entanto o que se vê é uma rápida participação nos encontros pré-determinados e nada vemos como preocupação se a casa precisa de uma mão amiga pra jogar o lixo ou lavar aqui e acolá...
- É isso que entristece?
- De certa forma sim, isso pode ser um exemplo banal, mas que se estende a coisas mais sérias, no geral vemos um trabalho crescente, muitos se beneficiando, outros tantos se aproveitando e poucos raros sentindo o que realmente vale a pena quando se trata de participação.
- Meu filho, assim é com você e com todos que se comprometem em “puxar a carroça”, ou seja, liderar pessoas e comunidades.
- Ah, mas fardo não pode ser...
- Não diria isso, falta um pouco de uma administração mais coletiva, procure delegar mais.
- Não é tão simples, porque deve partir do indivíduo.
- Um líder sabe a capacidade e disposição de cada um que lhe acompanha, então identifique isso e delegue a cada um de acordo com sua possibilidade.
- Certo e chego ao mesmo ponto, que é poucos fazendo muito por muitos outros.
- Concordo e o que tem de novidade?
- O que causa indignação é justamente isso, nada ocorre de novo!
- Meu caro não perca o foco de qual seja seu papel, tampouco permita que cada um perca seu foco do que realmente é importante.
Entenda que é assim mesmo, poucos fazem por muitos e isso é o que diferencia um líder de um seguidor ou alguém que alcança o sucesso daquele que se beneficia do sucesso alheio.
Sempre foi assim e não mudará, não tão cedo. É mais cultural e evolutivo do parece.
Todavia, deves se preocupar em fazer o seu trabalho da forma a que se propôs e não perder tempo em esperar que o vizinho também faça como tu. Não digo que deva ser tolo de ninguém, mas se varrer o chão lhe faz bem e pode ser um ato fé, de gratidão, então não à do que se queixar, afinal você que está tendo a oportunidade de fazer aquilo que lhe é possível.
Quando muitos dizem e poucos fazem, não pense que é hipocrisia, pois em verdade estes que pouco fazem, acreditam piamente que faz muito. Cabe ao líder enxertar mais funções e atividades conforme as necessidades e conveniências coletivas.
Não é de bom grado trazer todas as responsabilidades pra si, a não ser que te dê alegria e satisfação, mas se for servir de comparação de desarmonia, então pare!
Esta realidade está implícita em cada terreirinho deste planeta, em cada igreja e em cada comunidade.
A maior dificuldade de vocês é a interação pessoal, procurem gerar uma sinergia consciente e ativa, sem esquecer que cada indivíduo é único, como é único seus melindres, suas chatices, suas manias e também são único seus encantos, seus talentos e seus sentimentos.
Cabe a todo líder a função de organizar, administrar e conduzir os seus seguidores, porém sua maior responsabilidade consiste em ajudar cada indivíduo a encontrar seus talentos e potencialidades e minguar seus defeitos. Estimular as virtudes é função de um líder!
Agora já que se pôs a liderar meu caro, não reclame. Se você se colocou numa função e atribuição, não se queixe e não espere nada de ninguém, simplesmente faça a sua parte e tenha consciência tranqüila do que faz.
Estes pensamentos torpes carregados de cobranças é que destroem qualquer trabalho, qualquer empresa e qualquer comunidade.
É certo que todos devem participar, no entanto seja sincero e veja que cada um colabora da forma que está ao seu alcance.
Fazer o que não está ao alcance naturalmente vai desgastar, então sempre pense antes de assumir qualquer responsabilidade.
Cada qual deve agir com amor e entrega.
Sabe, quando saio com meus comandados para quebrar alguma demanda, anular magias e desbancar qualquer estrutura clandestina nas Trevas, vou à frente, como um líder poderia colocar todos na minha frente e garantir minha integridade atrás de todos, então penso: Que valentia inspirarei nos meus? Então tenho que ousar e com as ferramentas em punho abro alas e me exponho primeiro, fazendo o trabalho mais difícil e depois todo o batalhão faz seu papel, para cada um fica uma parcela muito pequena, mas o suficiente para a prática e o aprendizado de cada um. A mim fica do início ao fim o maior trabalho, que é fazer o meu trabalho e me certificar de que cada um esteja fazendo o seu devidamente.
Faço assim porque me coloquei a isso e por amor aos meus é que zelo por eles, por honra eu os honro e pela luz que me ilumina é que me entrego.
Sendo assim, fique em paz e força para seguir adiante.
- Salve Mestre!

2 comentários:

Thais Martins disse...

Certa vez, um amigo me contou a diferença entre ser um cometa, e uma estrela...
Os cometas apenas são lembrados pelas datas que passam e retornam...
As estrelas, permanecem...
Ser cometa é não ser amigo. É ser companheiro apenas por instantes. É explorar os sentimentos humanos. É se aproveitar das pessoas e das situações. É fazer acreditar e desacreditar ao mesmo tempo. É conviver e não se dar, não se mostrar.
Há necessidade de se criar um mundo de estrelas. Onde todos os dias podemos contar com elas.
Ser estrela neste mundo passageiro, neste mundo cheio de pessoas cometas é desafio, mas acima de tudo, uma recompensa.
É nascer e ter vivido. Não apenas existido.

E como acredito que cada um é cada um...rs...
Acredito que dentro de uma comunidade cada qual tem seu olhar, uns enxergam tudo muito belo e perfeito, outros enxergam tudo errado, mas nada fazem para melhorar, outros enxergam sempre algo novo para se fazer, já outos não enxergam nada, mais mesmo assim... fazem muito!
E assim caminha uma comunidade, onde cada qual faz aquilo que sente ao coraçao!!!

"FAMÍLIA...
É quem você escolhe para você...
É quem você escolhe para viver...
Não precisa ter conta... sanguinea
É preciso um pouco mais...
...de sintonia!"

Uma boa virada de ano a todos, repleta de muita reflexao... assim farei... para entao novos e largos passos serem dados guiados por Papai Ogum... e que venham os desafios!!!

Um grande beijo...

Thais.

Pedro disse...

É companheiro, esta tarefa de ser líder não é mesmo fácil!!!
As pessoas costumam ver na figura do líder a figura de um ser infalivel e isento de erros esquecendo-se que errar é uma das condições básicas que nos torna humanos.
O ser humano foi criado para acertar, mas, as vezes, muitos erros são necessários para que consigamos os acertos.
Para mim a maior virtude de um líder não é o número de acertos em sua trajetória de liderança, mas a humildade em reconhecer os erros e a sabedoria em aprender com eles para não repeti-los no futuro e, assim, evoluir.
Humildade e sabedoria eis as condições básicas para formarem um bom líder: não infalivel e perfeito, mas humano.
Que Deus o abençoe na sua tarefa de lider companheiro, dotando-o cada vez mais com a humildade e sabedoria.